CORSAN quer interligar sistemas de abastecimento de Sobradinho e Arroio do Tigre

José Roberto Ceolin Epstein já se reuniu com os prefeitos de Sobradinho e Arroio do Tigre

abr 27, 2021

O superintendente Regional da Corsan para a região Central do Estado está no Centro Serra desde a segunda-feira (26). José Roberto Ceolin Epstein já se reuniu com os prefeitos de Sobradinho e Arroio do Tigre, e nesta terça-feira (27), tem reuniões com os chefes do Executivo de Lagoa Bonita do Sul e Passa Sete. Em pauta a situação do abastecimento de água destes municípios e os investimentos necessários.  Em entrevista ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho AM, ele revelou que a Corsan trabalha com a possibilidade de interligação dos sistemas de abastecimento de Arroio do Tigre e Sobradinho no médio prazo.

Ele adiantou que já foi solicitado um estudo de concepção para a captação de água do lago da Barragem Dona Francisca ou do Rio Jacuizinho para abastecer as duas cidades. Isso incluiu a construção de uma nova Estação de Tratamento de Água e exigirá um grande volume de recursos. Enquanto isso, novos poços deverão ser abertos nos dois municípios que atualmente dependem exclusivamente desta fonte de abastecimento. José Roberto Epstein confirmou também a informação – já adiantada pela gerência local – sobre a construção de uma nova adutora entre os poços de Linha Rocinha e a cidade de Arroio do Tigre. A licitação já foi aberta e em alguns meses a obra deverá começar, segundo o dirigente da Corsan. Ela está orçada em cerca de R$ 1,8 milhão de reais.

A antiga canalização apresenta frequentes rompimentos. O superintendente também informou que nos próximos dias será concluída a instalação de um equipamento que vai permitir a entrada em funcionamento do novo reservatório já instalado em Linha Limberger. Arroio do Tigre tem sofrido seguidos cortes no fornecimento de água devido à baixa capacidade de armazenamento, entre outros motivos. Em Sobradinho, a reunião contou com a presença de empreendedores que reclamaram sobre o excesso de burocracia que gera demora na liberação de novas redes para abastecer loteamentos em fase de implantação. O representante da Corsan garantiu que vai tomar providências para dar mais agilidade ao processo.