Força Tática da Brigada Militar fez mais de 200 prisões na região em 2020

O número de prisões, abordagens e apreensões efetuadas pela Força Tática no ano passado é considerado expressivo Com sede em Santa Cruz do Sul, integrante do 23º Batalhão de Polícia Militar, a Força Tática divulgou nesta semana o levantamento das ações realizadas pelos policiais ao longo do ano de 2020. Diversas ações foram efetuadas incluindo abordagens de veículos […]

jan 11, 2021

O número de prisões, abordagens e apreensões efetuadas pela Força Tática no ano passado é considerado expressivo

Com sede em Santa Cruz do Sul, integrante do 23º Batalhão de Polícia Militar, a Força Tática divulgou nesta semana o levantamento das ações realizadas pelos policiais ao longo do ano de 2020. Diversas ações foram efetuadas incluindo abordagens de veículos e de pessoas, além de apreensão de armas, dinheiro e drogas. Ao todo, policiais militares da Força Tática realizaram na região do 23º BPM 4.624 abordagens de veículos e 9.842 pessoas foram abordadas. O trabalho resultou na prisão de 214 pessoas, apreensão de 16 armas de fogo, 24,206 quilos de entorpecentes apreendidos, além de R$ 32.270,30 em dinheiro. 

Segundo o capitão Rafael Menezes, comandante da 1ª Companhia, o trabalho da Força Tática é focado em crimes mais graves, como assaltos a bancos, roubos com cárcere privado, entre outros crimes. Além disso, semanalmente os policiais recebem treinamentos para que possam estar preparados para ocorrências mais graves e para que se tenha uma resposta ainda mais eficiente.

Embora a Força Tática fique situada em Santa Cruz, município sede do batalhão, todas as cidades que integram o 23º BPM, entre elas, Sobradinho e a região Centro Serra, são atendidas em crimes de maior periculosidade. Ainda conforme o capitão Rafael, o número de prisões, abordagens e apreensões efetuadas pela Força Tática no ano passado é considerado expressivo