Produtores de Leite de Sobradinho recebem distribuidor de esterco da Prefeitura

A entrega aconteceu no Parque de Máquinas de Sobradinho

abr 30, 2021

A Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente adquiriu e repassou para a Associação de Produtores de Leite de Sobradinho um equipamento agrícola para distribuição de esterco líquido – ou fertilizante orgânico. O equipamento ano de fabricação 2021, tem capacidade para 5 mil litros, e conta com manga de sucção, sistema de bomba a vácuo e sistema de rodagem.

A entrega aconteceu no Parque de Máquinas de Sobradinho e contou com a presença do prefeito Armando Mayerhofer, o secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Adriano Dreher, o secretário de Obras e Serviços. Olandir Barnardy, a presidente da Associação de Produtores de Leite, Ivani Becker Arend, e os membros da Associação Robson e Renan Ruoso, os quais destacaram que o equipamento será de grande importância para o trabalho feito pela Associação.

O secretário Adriano Dreher aproveitou a oportunidade para lançar o Programa Municipal de Construção de Esterqueiras. O objetivo, segundo ele, é construir esterqueiras para recolher os dejetos bovinos e suínos nas propriedades dos agricultores do município, proporcionando a melhoria do saneamento básico, a fertilidade e estrutura do solo, preservação dos recursos naturais e aumento na produtividade. A Administração Municipal ficará responsável pela escavação do local.

A Emater fará a definição do local para realização do projeto técnico, acompanhamento das execuções e orientação dos manejos. Já o produtor fará a aquisição de geomembrana PEAD (Polietileno de alta densidade), além de fazer a cobertura da esterqueira e o cercamento do local. Adriano Dreher salienta que a definição dos beneficiários será a partir de inscrição junto a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, sendo estes preferencialmente membros ativos a Associação de Produtores de Leite de Sobradinho.

Já o prefeito Armando Mayehofer destaca que o objetivo da Administração é continuar incentivando os produtores, pois uma agricultura fortalecida é sinônimo de um comércio forte e consequentemente de um município desenvolvido.